HOME*Seja Bem Vindo(a), Boa Tarde!
Hoje é Domingo, 18 de Abril de 2021 *
Criadouro Kakapo


CUIDADO, VENENO!
 
J.P.Ballarín
Revista SPCO 2002
Arquivo editado em 22/05/2005
 

Os Canários são aves delicadas que podem morrer por envenenamento rapidamente ou, às vezes, ingressar num longo período de sofrimento até que a morte sobrevenha.
É, infelizmente, com certa freqüência, que só nos apercebemos de um possível envenenamento após a morte de alguns pássaros. Por isso é indispensável que sejam adotadas medidas preventivas para evitar eventuais surpresas desagradáveis.
Isto pode ser feito de duas formas: a primeira, como rotina, toma-se as precauções necessárias de modo a evitar que o pássaro tenha contato com algo que possa favorecer o envenenamento.
A segunda, fazendo uma inspeção detalhada toda vez que aparecer em meio à criação um exemplar morto ou apresentando sinais que caracterizam saúde debilitada (sonolência, penas arrepiadas,
diarréia, etc.) e procurando verificar se a causa é alguma doença, uma infecção ou se trata de algum elemento que possa estar provocando envenenamento.
Daremos, a seguir, uma relação de algumas causas dos principais envenenamentos, para que sirva de guia nas tarefas de preveni-los ou descobri-los.

RECIPIENTES DE BARRO OU LOUÇA NÃO ESMALTADOS Uma alimentação oleosa, úmida ou a base de ovos, pode deixar resíduos nos poros dos recipientes, favorecendo o aparecimento de fungos que, se não forem venenosos, podem deteriorar os alimentos.
Como prevenção, utilizar .sempre potes de louça esmaltada, vidro, plástico ou outro material não poroso, que tenha condições de ser bem lavado e mesmo desinfetado se necessário.

TINTAS (DE GAIOLAS, SUPORTES DE GAIOLAS, PAREDES, ETC.) Muitas tintas são tóxicas, sobretudo àquelas à base de chumbo. Devemos, portanto, utilizar somente aquelas comprovadamente atóxicas. Em caso de dúvida, perguntar ao revendedor ou diretamente ao fabricante.

INSETICIDAS NÃO ADEQUADOS Utilizar apenas aqueles que são a base de extraio de piretro e/ou piretrinas sintéticas.

GRÃOS CONTAMINADOS COM DDT, OUTROS INSETICIDAS OU MESMO FUNGICIDAS À BASE DE MERCÚRIO, POR EXEMPLO
Como é difícil saber antecipadamente se os grãos estão ou não contaminados, recomendamos, quando houver suspeita neste sentido, lavar e secar bem os grãos antes de dá-los aos pássaros.

GRÃOS ÚMIDOS Após a lavagem, devemos deixar secar bem os grãos, pois quando são armazenados úmidos, criam um ambiente propício ao desenvolvimento de fungos (mofo) tóxicos. Este cuidado também é recomendado quando se adquire grãos aparentemente úmidos.

ALIMENTAÇÃO VELHA Os alimentos  oleosos, úmidos, com ovos, etc., depois de certo tempo podem azedar e fazer mal aos canários.

Voltar Página dos Artigos

Voltar Página Menu Artigos Outros Artigos

Voltar Página Inicial

Este artigo foi vizualizado 3483 vezes! - Desde 09/04/2008.



Anuncie ....

Clique no logo Azul e anuncie aqui. 7 dias por semana 24 horas por dia.

Anuncie Aqui....
Sitio do Criadouro Kakapo


Software SISCOCAN ***....

Adquira já o seu

Anuncie ....
MC Agropecuaria....

ACPSSC....

width 140 pixels X height 70 pixels, saiba como anunciar aqui

ANUNCIE SEU CRIADOURO OU SUA EMPRESA AQUI
Software SISCOCAN ***....

Adquira já o seu



Clique na Estrela Acima e adicione o Site Criadouro Kakapo aos favoritos!.

Veja Aqui As Enquetes Encerradas


Voce usa Farinhada?
Farinhada Caseira
Farinhada Comercial
Votar
resultado parcial...


Qual Mutação Prefere
Acetinado
Cobalto
Eumo
Feo
Jaspe
Onix
Opal
Pastel
Topazio
Outras
Votar
resultado parcial...


De uma nota para o site
Nota 1
Nota 2
Nota 3
Nota 4
Nota 5
Nota 6
Nota 7
Nota 8
Nota 9
Nota 10
Votar
resultado parcial...

Como nos Encontrou?
Amigos (indicação)
Já conhecia o site
OutDoor
Por E-Mail
Publicidade do Criadouro
Revistas Ornitológicas
Site de Busca
Outros
Votar
resultado parcial...

Página Atualizada . 

Contadores Iniciado em
07 Jan 2011.
 


Firefox

GERAL
CANÁRIOS GERAL
CANÁRIO DE COR
CANÁRIO DE PORTE
CANÁRIO DE CANTO
LEGISLAÇÃO
PARTICIPE
INFORMAÇÃO
SERVIÇOS
IMAGEM E FOTOS
LITERATURA
LINKS
FAQ´S
FALE CONOSCO
DOWNLOAD
DIVERSOS